Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quiosque do Ken

ALUGUEI OS MEUS NEURÓNIOS

Há dias assim em que me apetece ser tudo e não ser nada.  Quero esquecer-me das responsabilidades, fazer-me de parvo, de desentendido e fingir que tudo o que se passa à minha volta não passa de uma cena de uma novela qualquer (se for mexicana melhor).

 

Passo os dias com um sorriso na cara, na maior parte das vezes obrigatório, porque faz parte da profissão. Tenho SEMPRE DE SER UMA SIMPATIA. Mas deus sabe que muitas das vezes o que quero mesmo é mandar tudo cavar couves ou dar banho ao cão. 

 

Uma pessoa chega a uma certa idade e já não está para fazer fretes, sacrifícios...o poder de encaixe vai-se, evapora...muda-se para outro país qualquer...ou então aluga-se, que foi o que fiz com os meus neurónios.

 

GENTE: aluguei os meus neurónios aos ingleses. Não me perguntem nada, não me questionem, não me activem em nada, porque ser burro e tontinho é o que está a dar.

 

Se és esperto e inteligente faz-te de burro que assim a malta dá-te sempre um desconto e não exige grande coisa de ti...tens sempre uma desculpa. E com esta crise o melhor é mesmo alugar o cérebro. Sem neurónios a catástrofe passa e não damos por nada.

O Quiosque do Ken está também no FACEBOOK e INSTAGRAM.

1 comentário

Comentar post